Rir é o melhor remédio e é de graça

Fonte: Freepik

Você já percebeu como nos sentimos bem mais leves quando damos boas gargalhadas? Justamente pelo fato de nos proporcionar essa agradável sensação de alegria, o riso deveria estar presente diariamente em nossas vidas, mas como estamos sempre atarefados, as atividades que promovem as deliciosas risadas acabam sendo deixadas para trás, não é mesmo? 

O sorriso, como sabemos, é a primeira linguagem não-verbal que aprendemos, sendo muito eficaz, não só para melhorar o estado de espírito das pessoas que nos rodeiam, como também por ser uma forma segura de nos relacionarmos com desconhecidos, tendo o poder “mágico” de nos conectar com todos os nossos semelhantes. 

Não por acaso, o riso também ganhou uma data para ser lembrada. Isso mesmo! Hoje, 18 de janeiro, é o Dia Internacional do Riso, que foi instituído em 1995 pelo médico indiano Madan Kataria, fundador do movimento Yoga do Riso, cujo objetivo principal é promover laços entre as pessoas sem que existam quaisquer julgamentos. 

Partindo do princípio de que a mente é muito complexa, mas o corpo é bem mais fácil de compreender, ao observar o comportamento das pessoas tristes e deprimidas, Dr. Kataria percebeu que a linguagem corporal era semelhante ao estado de espírito, ou seja, menos efusiva e mais arrastada. Ao verificar que forçar o corpo a alterar a postura, seria possível obter um efeito positivo para a mente, fundou o movimento Yoga do Riso, que cria um estado mental positivo, promovendo uma atitude de esperança e de otimismo, uma vez que, ao sorrir, o organismo libera os chamados hormônios da felicidade (endorfina e serotonina), que geram no corpo os efeitos de alívio da dor e na mente, a sensação de bem-estar.

Esse movimento terapêutico, capaz de curar a depressão sem precisar de remédios, consiste na combinação de pranayama (respiração de ioga) e incontroláveis risadas fictícias. Isso porque, segundo estudos científicos, o cérebro não consegue diferenciar o riso verdadeiro do falso, proporcionando os mesmos benefícios.

Fonte: Notícias ao Minuto

Desse modo, nada melhor do que sorrirmos sem moderação, pois ele não tem contra-indicação!!! Além de ajudar a manter o equilíbrio emocional, aumentando, consequentemente, a autoestima e o alto astral, o sorriso diminui a intensidade de emoções negativas como assegura a psicóloga Silvia Cury Ismael, ao concordar com o médico indiano que “rir é importante para a saúde mental, pois diminui o risco de doenças psicossomáticas, como a depressão, ansiedade e estresse”.

Sem contar que, segundo Dr. Abrão Cury, cardiologista do HCor, rir faz um bem “danado” para o coração, ajudando no bom funcionamento do sistema cardíaco pois “quando você sorri, seu fluxo sanguíneo aumenta, auxiliando no controle da pressão arterial e protegendo contra ataques cardíacos e outros problemas cardiovasculares”.

Fonte: Holmes Place

Assim, dar risadas ou apenas sorrir é, sem dúvida, um ótimo método preventivo e terapêutico, pois ao fortalecer o sistema imunológico e reduzir o risco de desenvolvimento de doenças relacionadas ao estresse, ajuda na diminuição de prescrições médicas. Para se ter uma ideia, para que possamos sorrir, o corpo humano precisa movimentar aproximadamente 80 músculos. O riso “mexe” com o cérebro, garganta, coração, tórax, pernas, pés, além do rosto, é claro! 

Essa maravilhosa forma de expressar alegria, além de trazer inúmeros benefícios acima mencionados, promove a queima de calorias, melhora a qualidade de sono, fortalece o abdômen, melhora a respiração e a digestão, atua na prevenção de doenças como diabetes, artrites e enxaquecas, estimula a criatividade, induz ao fortalecimento de laços com outras pessoas e o melhor de tudo é que retarda o aparecimento das indesejadas rugas durante o processo de envelhecimento.

Infelizmente, à medida que nos tornamos adultos, vamos “desaprendendo” a dar risadas, impondo, às vezes, condições que limitam o riso. Imagine se todos nós continuássemos sorrindo, na mesma proporção que as crianças soltam gargalhadas, sem nenhum motivo aparente, só de caminhar ao lado uma das outras? Com o tempo, vamos perdendo o hábito do riso espontâneo, do riso que vem do compartilhamento de momentos felizes, de compreender que tudo acontece em seu tempo, momentâneo, breve, passageiro…

Fonte: Acorda Cidade

Mas, como sorriso é de graça e está sempre disponível para utilizarmos a qualquer momento, os especialistas afirmam que é possível “reaprender” a dar risadas através do condicionamento neurológico, apontando que se exercitarmos os músculos do riso, estes irão responder de modo mais natural, sempre que nos depararmos com algo divertido. Afinal, rir todos os dias é um truque em deixar de procurar a felicidade e aprender a cultivar a alegria.  

Inclusive, alguns médicos utilizam a terapia do riso para melhorar o humor dos pacientes, sendo que um dos grupos mais conhecidos atualmente são os Doutores da Alegria, uma organização sem fins lucrativos que introduziu a arte do palhaço no universo da saúde, intervindo junto a crianças, adolescentes e outros públicos em situação de vulnerabilidade e risco social em hospitais públicos.

Fonte: Direção Cultura Produções

Uma dose diária de sorriso é contagiante e quem está sempre bem humorado, consegue olhar para as situações de risco de modo mais realista e menos ameaçador. Assim, nada melhor do que estarmos sempre criando oportunidades para rir como, por exemplo, assistindo filmes de comédia, cercando-se de pessoas felizes e participando de entretenimentos engraçados. 

Diversas pesquisas também comprovam que, ao sorrir, você automaticamente gera mais empatia e confiança nas pessoas à sua volta, visto ser muito mais fácil se identificar com alguém que está sempre com um sorriso no rosto, não importando ser um desconhecido ou alguém muito próximo. Seja no trabalho, na escola ou no ambiente familiar, a característica solta e transitória do sorriso também nos ajuda a olhar para a vida com menos peso pois, ao sorrirmos, ficamos mais resilientes, tal qual dizia William Shakespeare que “é mais fácil obter o que se deseja com um sorriso do que à ponta da espada”.

Fonte: Eu sem Fronteiras

Sorrir tende a atrair pessoas para perto de nós, pois ficamos mais atraentes quando sorrimos. Prova disso é sair um dia na rua sem mostrar os dentes para ninguém e, no outro, sorrir para todas as pessoas que encontrarmos. Muito provavelmente nosso sorriso vai contagiar e gerar experiências inusitadas pois “sorrir um para o outro, sorrir para a sua esposa, sorrir para o seu marido, sorrir para os seus filhos, sorrir um para o outro – não importa quem seja – ajudará a crescer um amor maior de um pelo outro”, como orientava Madre Teresa de Calcutá.

Então, que tal buscarmos tudo aquilo que nos faz sorrir e usar esses recursos sempre que for possível? Como expressava nosso grande humorista Chico Anísio: “Sorrir é e sempre será o melhor remédio”!!! Sorria… mesmo que você não esteja sendo filmado, hehe…

~ Bia ~

Uma resposta em “Rir é o melhor remédio e é de graça

  1. Perfeito Bia!
    “Sorrir é o melhor remédio pra curar o tédio”…dizia o meu querido Pai, Henrique…e como ele sorria, mesmo nos dias difíceis da vida, ele, suavemente, sorria. Que a nossa alegria prevaleça sempre, que o sorriso seja nosso cartão de visita. Receba meu sorriso sincero e um abraço apertado.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s